Não dá para negar que a paródia é uma atividade didática popular entre alunos e professores das mais variadas disciplinas. Sendo assim, resolvi disponibilizar algumas dicas que possam auxiliar na preparação e apresentação deste tipo de atividade.

Primeiramente, é importante saber que a paródia – imitação, na maioria das vezes cômica, de uma composição literária – não está restrita apenas às músicas. O prof. Roberto Lima, ao escrever sobre tipos de paródia, distingue quatro tipos principais que podem ser utilizados em sala de aula. Confira abaixo!
Ilustração com vários tipos de paródia
Estes diferentes tipos de paródia oferecem bastante opções para que o professor possa utilizar com seus alunos. Em História, especificamente, muita coisa pode ser explorada.

Por exemplo, na paródia dramática, pode-se utilizar fatos históricos e modificá-los de maneira cômica; na paródia poética, pode-se utilizar textos ou poemas preexistentes e modificá-los de acordo com o contexto histórico ou tema estudado; na paródia gráfica, enfim, pode-se pegar uma história em quadrinhos ou tirinha, retirar os balões e recriar a história baseada em temas diversos.

Dicas

Por ora, vou me deter nas dicas sobre Paródias Musicais, pois sou músico e tenho feito algumas experiências com este modelo em sala de aula.

1- Escolha músicas legais: Parece básico, mas nem sempre as músicas escolhidas ficam bacanas em uma paródia. Dê preferência a baladas do tipo pop ou rock, que todos conhecem e são fáceis de cantar, tocar e assimilar.
2- Defina o uso ou não de instrumentos: A paródia musical pode ser feita sem instrumentos, usando apenas o gogó. Instrumentos musicais tornam a experiência mais divertida. Se for usá-los, dê uma maneirada no barulho e cuidado para não abafar a letra da música.
3- Distribua cópias da letra: O objetivo de uma paródia não é revelar artistas, ainda que muitos talentos musicais se sobressaiam nesta atividade. É bom distribuir cópias da letra para que os outros alunos possam acompanhar e, quem sabe, até cantar junto.
4- Contextualize a música e o tema: Faça uma introdução, explicando o motivo da escolha desta ou daquela música. Da mesma forma, fale do conteúdo e da forma que ele foi abordado na paródia. O professor pode, inclusive, fazer uma discussão posterior.
5- Seja criativo!: Apesar de uma paródia ter apelo cômico, o humor não precisa ser o requisito básico. Porém, criatividade é sempre fundamental. Se possível, surpreenda seus professores e colegas.

Vou deixar um exemplo de paródia musical que fiz com meus alunos do Nono Ano, utilizando o tema Iluminismo.