Na prova do Enem 2008, tente resolver esta questão sobre a maneira como a sociedade europeia do século XIV interpretava a peste negra, que dizimou quase metade da população. A resolução está logo abaixo da questão, com comentários e habilidades cobradas na prova.

Pintura que representa a Europa durante a Peste Negra

Para ter mais informações sobre este exame nacional, fique atualizado nas notícias sobre o Enem.

Esta questão trata de um aspecto relacionado à Crise do Feudalismo. Para ter uma visão mais ampla e compreender o contexto histórico em que esta grande pandemia ocorreu, leia o Resumo: Crise do Feudalismo. Você vai aprender, também, sobre as revoluções camponesas, a guerra dos 100 anos, o renascimento comercial e urbano e o surgimento da burguesia.

Questão

Questão 47:

A Peste Negra dizimou boa parte da população européia, com efeitos sobre o crescimento das cidades. O conhecimento médico da época não foi suficiente para conter a epidemia. Na cidade de Siena, Agnolo di Tura escreveu: “As pessoas morriam às centenas, de dia e de noite, e todas eram jogadas em fossas cobertas com terra e, assim que essas fossas ficavam cheias, cavavam-se mais. E eu enterrei meus cinco filhos com minhas próprias mãos (…) E morreram tantos que todos achavam que era o fim do mundo.”
(Agnolo di Tura. The Plague in Siena: An Italian Chronicle. In: William M. Bowsky. The Black Death: a turning point in history? New York: HRW, 1971 (com adaptações)).

O testemunho de Agnolo di Tura, um sobrevivente da Peste Negra, que assolou a Europa durante parte do século XIV, sugere que

a) o flagelo da Peste Negra foi associado ao fim dos tempos.
b) a Igreja buscou conter o medo da morte, disseminando o saber médico.
c) a impressão causada pelo número de mortos não foi tão forte, porque as vítimas eram poucas e identificáveis.
d) houve substancial queda demográfica na Europa no período anterior à Peste.
e) o drama vivido pelos sobreviventes era causado pelo fato de os cadáveres não serem enterrados.

Confira a resolução ;)

Resposta: Letra A

Habilidade: Interpretar historicamente e/ou geograficamente fontes documentais acerca de aspectos da cultura.

Comentários: Esta questão é tão boba, que eu me questiono se o Enem tem a qualidade de emburrecer, ao invés de engrandecer intelectualmente os candidatos. Uma questão como essa, com tão rica fonte documental, poderia ter sido explorado de outra forma, na minha humilde opinião. Leia Resumo: Crise do Feudalismo.