Na prova do Enem 2008, tente resolver esta questão sobre o processo de catequização e conversão dos indígenas brasileiros à fé católica, na época predominante na Europa. A resolução está logo abaixo da questão, com comentários e habilidades cobradas na prova.

Pintura de índios sendo catequizados

Para ter mais informações sobre este exame nacional, fique atualizado nas notícias sobre o Enem.

Questão

Questão 59:

Na América inglesa, não houve nenhum processo sistemático de catequese e de conversão dos índios ao cristianismo, apesar de algumas iniciativas nesse sentido. Brancos e índios confrontaram-se muitas vezes e mantiveram-se separados. Na América portuguesa, a catequese dos índios começou com o próprio processo de colonização, e a mestiçagem teve dimensões significativas. Tanto na América inglesa quanto na portuguesa, as populações indígenas foram muito sacrificadas. Os índios não tinham defesas contra as doenças trazidas pelos brancos, foram derrotados pelas armas de fogo destes últimos e, muitas vezes, escravizados.

No processo de colonização das Américas, as populações indígenas da América Portuguesa

a) foram submetidas a um processo de doutrinação religiosa que não ocorreu com os indígenas da América inglesa.
b) mantiveram sua cultura tão intacta quanto a dos indígenas da América inglesa.
c) passaram pelo processo de mestiçagem, que ocorreu amplamente com os indígenas da América inglesa.
d) diferenciaram-se dos indígenas da América inglesa por terem suas terras devolvidas.
e) resistiram, como os indígenas da América inglesa, às doenças trazidas pelos brancos.

Confira a resolução 😉

Resposta: Letra A

Habilidade: Identificar registros de práticas de grupos sociais no tempo e no espaço.

Comentários: A questão compara o modelo de conversão dos indígenas na América Inglesa e Portuguesa. É neste ponto que chegamos na resposta correta. Em seguida, o texto mostra outros aspectos relacionados às sociedades indígenas, como o genocídio, a vulnerabilidade às doenças e a escravidão. Estes aspectos, enfim, podem ser utilizados para eliminar as alternativas absurdas.