Na prova do Enem 2006, tente resolver esta questão sobre as teorias acerca do povoamento da América, os primeiros habitantes do continente e as datações mais aceitas. A resolução está logo abaixo da questão, com comentários e habilidades cobradas na prova.

Escavação de esqueleto

Para ter mais informações sobre este exame nacional, fique atualizado nas notícias sobre o Enem.

Questão

Questão 11:

Segundo a explicação mais difundida sobre o povoamento da América, grupos asiáticos teriam chegado a esse continente pelo Estreito de Bering, há 18 mil anos. A partir dessa região, localizada no extremo noroeste do continente americano, esses grupos e seus descendentes teriam migrado, pouco a pouco, para outras áreas, chegando até a porção sul do continente. Entretanto, por meio de estudos arqueológicos realizados no Parque Nacional da Serra da Capivara (Piauí), foram descobertos vestígios da presença humana que teriam até 50 mil anos de idade.

Validadas, as provas materiais encontradas pelos arqueólogos no Piauí

a) comprovam que grupos de origem africana cruzaram o oceano Atlântico até o Piauí há 18 mil anos.
b) confirmam que o homem surgiu primeiramente na América do Norte e, depois, povoou os outros continentes.
c) contestam a teoria de que o homem americano surgiu primeiro na América do Sul e, depois, cruzou o Estreito de Bering.
d) confirmam que grupos de origem asiática cruzaram o Estreito de Bering há 18 mil anos.
e) contestam a teoria de que o povoamento da América teria iniciado há 18 mil anos.

Confira a resolução ;)

Resposta: Letra E

Habilidade: Identificar registros de práticas de grupos sociais no tempo e no espaço.

Comentários: Esta é uma questão de pré-história da América, fundamentada numa grande discussão sobre as rotas de povoamento. Os arqueológos, em especial na América do Norte, consideram o Estreito de Bering a rota principal, datando as migrações em, aproximadamente, 18 mil anos atrás. Porém, as descobertas no Piauí trazem datas muito mais antigas, aproximadamente 50 mil anos atrás, o que contesta ou invalida a tese de que o Estreito de Bering foi a única rota utilizada.