Na prova do Enem 2001, tente resolver esta questão sobre as diferentes formas de concepção do universo e o seu movimento, que surgiram a partir das ideias racionalistas do Renascimento. A resolução está logo abaixo da questão, com comentários e habilidades cobradas na prova.

Planetas gravitando ao redor do sol

Para ter mais informações sobre este exame nacional, fique atualizado nas notícias sobre o Enem.

Esta questão de história, de resolução simples, está relacionada com o Renascimento Cultural que, especialmente a partir do século XV, ampliou a visão de homem e universo, defendendo ideias contrárias àquelas consideradas oficiais pela Igreja.

Questão

Questão 57:

O texto foi extraído da peça Tróilo e Créssida de William Shakespeare, escrita, provavelmente, em 1601.

“Os próprios céus, os planetas, e este centro
reconhecem graus, prioridade, classe,
constância, marcha, distância, estação, forma,
função e regularidade, sempre iguais;
eis porque o glorioso astro Sol
está em nobre eminência entronizado
e centralizado no meio dos outros,
e o seu olhar benfazejo corrige
os maus aspectos dos planetas malfazejos,
e, qual rei que comanda, ordena
sem entraves aos bons e aos maus.”
(personagem Ulysses, Ato I, cena III).

(SHAKESPEARE, W. Tróilo e Créssida: Porto: Lello & Irmão, 1948).

A descrição feita pelo dramaturgo renascentista inglês se aproxima da teoria

a) geocêntrica do grego Claudius Ptolomeu.
b) da reflexão da luz do árabe Alhazen.
c) heliocêntrica do polonês Nicolau Copérnico.
d) da rotação terrestre do italiano Galileu Galilei.
e) da gravitação universal do inglês Isaac Newton.

Confira a resolução 😉

Resposta: Letra C

Habilidade: Interpretar historicamente e/ou geograficamente fontes documentais acerca de aspectos da cultura.

Comentários: O trecho do renascentista Shakespeare faz referência às ideias heliocêntricas de Copérnico, um outro renascentista. Questão simples de resolver, uma vez que a essência está neste trecho: “(…) porque o glorioso astro Sol está em nobre eminência entronizado e centralizado no meio dos outros(…)”. Copérnico, com o modelo heliocêntrico (a terra gira ao redor do sol), desafiou o modelo vigente pela Igreja Católica, ou seja, o geocêntrico (o sol gira ao redor da terra). Para ficar fera neste assunto, leia o resumo sobre o Renascimento Cultural.