No Enem 2013, tente resolver esta questão sobre a forma como a consolidação da democracia na África do Sul ajudou a superar um legado que fora terrível naquele país, no contexto da Descolonização Afro-Asiática. A resolução está logo abaixo da questão, com comentários e habilidades cobradas na prova, assim como o resumo que você deve ler para aprofundar neste tema.

Questão: Democracia na África do Sul

Tendo encarado a besta do passado olho no olho, tendo pedido e recebido perdão e tendo feito correções, viremos agora a página — não para esquecê-lo, mas para não deixá-lo aprisionar-nos para sempre. Avancemos em direção a um futuro glorioso de uma nova sociedade sul-africana, em que as pessoas valham não em razão de irrelevâncias biológicas ou de outros estranhos atributos, mas porque são pessoas de valor infinito criadas à imagem de Deus.
Desmond Tutu, no encerramento da Comissão da Verdade na África do Sul. Disponível em: http://td.camara.leg.br. Acesso em: 17 dez. 2012 (adaptado).

No texto, relaciona-se a consolidação da democracia na África do Sul à superação de um legado

a) populista, que favorecia a cooptação de dissidentes políticos.
b) totalitarista, que bloqueava o diálogo com os movimentos sociais.
c) segregacionista, que impedia a universalização da cidadania.
d) estagnacionista, que disseminava a pauperização social.
e) fundamentalista, que engendrava conflitos religiosos.

Confira a resolução 😉

Resposta: C

Habilidade: Identificar estratégias que promovam formas de inclusão social.

Comentário: Esta questão trata da forma como a consolidação da democracia na África do Sul levou à superação do Apartheid, regime segregacionista racial que vigorou de 1948 e 1990 e diferenciava negros e brancos.

Resumo: Descolonização Afro-Asiática