O que acha de concorrer a um exemplar do livro “História das Mulheres no Brasil”, organizado pela historiadora Mary Del Priore? O História Digital e a Editora Contexto vão premiar um leitor e para participar é muito fácil. Para concorrer ao livro, basta curtir as fanpages da Editora Contexto e do História Digital no Facebook.

A promoção começa dia 17 de fevereiro de 2014 e termina no dia 10 de março de 2014, às 17h. Apenas uma pessoa será sorteada.

ATUALIZAÇÃO: A vencedora da promoção foi Laura Rocco! Parabéns!!!

Regulamento

1) É preciso curtir as fanpages do blog História Digital e da Editora Contexto no Facebook.

2) Acesse a página do sorteio: https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/309926 e clique em “QUERO PARTICIPAR”.
3) Os participantes devem residir obrigatoriamente no Brasil.
4) O sorteio será realizado por História Digital via sorteie.me.
5) Se o vencedor não se manifestar em 72h ou não atender a qualquer regra deste regulamento, será realizado um novo sorteio.
6) Horário e data do sorteio poderão ser alterados, segundo status do sorteie.me

O livro

Livro História das Mulheres no Brasil, de Mary Del Priore

O livro se propõe a contar a história das mulheres. É um livro que procura arrastá-los numa viagem através do tempo, fazendo-os ver, ouvir e sentir como nasceram, viveram e morreram as mulheres, o mundo que as cercava, do Brasil colonial aos nossos dias.

Foi lançado em 2004 e conta com 678 páginas. Ao ler, você vai

  • Entender como nasciam, viviam e morriam as brasileiras no passado e o mundo material e simbólico que as cercavam.
  • Perceber a história das mulheres como algo que envolve também a história das famílias, do trabalho, da mídia, da literatura, da sexualidade, da violência, dos sentimentos e das representações.
  • Conhecer o universo feminino nos mais diferentes espaços (campo e cidade, norte e sul do país) e extratos sociais (escravas, operárias, sinhazinhas, burguesas, donas de casa, professoras, boias-frias).
  • Perceber que o livro não se contenta em apenas de separar as vitórias e as derrotas das mulheres, mas derrubar mitos, encorajar debates, estimular a reflexão e colocar a questão feminina na ordem do dia.
  • Compreender que “ser mulher brasileira” é uma construção que atravessa anos, décadas e séculos, nos mais diferentes espaços geográficos neste complexo emaranhado multicultural que chamamos de Brasil.

Aproveite para seguir no Twitter