O livro Mauá-Empresário do Império, de Jorge Caldeira, mostra a política e a economia do Segundo Império vistas por intermédio da biografia de Irineu Evangelista de Sousa, barão e visconde de Mauá, um empresário exemplar.

Capa do livro Mauá, Empresário do Império

>> Compre na Livraria Saraiva (R$ 68,00)

>> Compre na Loja Submarino (R$ 51,00)

O livro foi lançado em 2000 (o original é de 1995) e conta com 560 páginas. Ao ler, você vai conferir

  • Visconde de Mauá (1813-1889) é considerado um dos empreendedores pioneiros do capitalismo no Brasil do século XIX. Pioneirismo, guerras e intrigas marcaram sua carreira
  • Para montar a primeira indústria – um grande estaleiro e uma fundição em Niterói -, a primeira estrada de ferro e o primeiro banco a operar em grande escala no Brasil, ele teve de brigar contra uma sociedade provinciana.
  • Além do projeto de iluminação a gás na cidade do Rio de Janeiro, foi responsável pela construção da ferrovia que ligou Santos e Rio Claro, atuou na indústria da fundição, construiu um estaleiro onde seus navios eram produzidos e defendeu o abolicionismo.
  • Quando expandiu seus negócios em escala planetária, com dezessete empresas em seis países, aí sim vieram os grandes adversários.
  • Banqueiros internacionais, ditadores latinos, políticos de alto coturno e figuras da sociedade passaram a fazer parte da luta diária do visconde, numa história que se confunde com a do próprio nascimento de um país chamado Brasil.