O livro Fuga de Sobibor, de Richard Rashke, é resultado de extensa pesquisa histórica e entrevistas com judeus ex-presidiários do campo de extermínio de Sobibor, na Polônia. O lugar entrou para a história por ser o cenário do mais bem-sucedido levante de prisioneiros num campo de extermínio nazista, em 1943.

Capa do Livro: Fuga de Sobibor

>> Compre na Livraria Saraiva (R$ 56,00)

O livro foi lançado em 2011 e contém 364 páginas. Ao ler, você vai conferir

  • Relatos, fotos e documentos que ajudam a contar uma história emocionante e envolvente sobre liberdade, opressão e sobrevivência.
  • O livro trata da famosa Fuga de Sobibor. No dia 14 de outubro de 1943, 600 prisioneiros do campo de extermínio de Sobibor se revoltaram, mataram alguns soldados alemães e realizaram a maior fuga em massa da história de todas as guerras.
  • Embora uma parte dos fugitivos tenha sido morta durante a corrida ou recapturada nos dias seguintes, pelo menos 50 pessoas escaparam e sobreviveram à guerra.
  • As histórias sobre a fuga eram confusas e desencontradas até Richard Rashke rastrear o paradeiro dos sobreviventes e conseguir entrevistar dezoito deles entre o final dos anos 1970 e o início dos 1980. O livro conta detalhes do dia-a-dia na prisão e como foi organizada e executada a façanha coletiva.
  • Sobibor é historicamente considerado um campo de extermínio “menor”. No entanto, estima-se que cerca de 250 mil seres humanos tenham sido mortos em suas câmaras de gás.
  • Depois das fugas, os alemães o fecharam e plantaram uma floresta de pinheiros no local para esconder as atrocidades ali cometidas.
  • A obra foi lançada originalmente em 1982 e também deu origem a um filme homônimo feito para a televisão.