O futebol é, sem dúvida, um dos esportes mais praticados e visto em todo o mundo. Atualmente, milhões de pessoas assistem todos os dias a jogos de futebol, quer seja na televisão ou no estádio. Para além de assistirem, também são milhões de pessoas que praticam este esporte, de forma profissional ou amadora. Este é um esporte que envolve multidões, desperta paixões e dá alegrias.

Futebol-Historia-Schrovetide

Gioco del Calcio

Este esporte conta com várias competições de futebol internacional quer a nível de clubes, quer a nível de seleções. Outrossim, o futebol é um dos esportes que movimenta mais dinheiro no mundo. No entanto,. nem sempre foi assim, vale a pena voltar no tempo para conhecermos a história deste esporte apaixonante.

Há fortes indícios que a origem do futebol remonte a cerca de 3000 a.C.  Na China, Japão, Grécia e Roma, ou ainda à época da Idade Média, surgiram jogos com características semelhantes às do futebol.

Os primórdios

Na China, existia um jogo que era praticado pelos militares depois das guerras, onde os soldados chutavam as cabeças dos inimigos. Mais tarde, os soldados começaram a substituir as cabeças por bolas de couro cobertas com cabelo. Nesta altura, já se formavam duas equipes com oito jogadores, onde o principal objetivo era passar a bola sem deixar cair no chão. A equipe marcava ponto quando conseguia levar a bola para dentro de duas estacas ligadas com um fio de cera.

No Japão, surgiu um jogo também muito parecido com o futebol, o Kemari. Este jogo era praticado por membros da corte do imperador e a bola era feita com fibras de bambu. O número de jogadores também de oito para cada equipe. Porém, neste jogo, era proibido o contato físico.

O povo grego tinha um jogo, por volta do século I a.C., ao qual denominavam Episkiros, praticado pelos soldados num terreno retangular.  Existia duas equipes de nove jogadores cada, a bola era feita de bexiga de boi e era cheia com areia ou terra. Na época que os romanos chegaram à Grécia, entraram em contato com este jogo, introduzido uma vertente mais violenta.

No período medieval, há rumores que existia um jogo chamado Soule ou Harpastum, que também era praticado por militares. Todavia, neste jogo, as duas equipes já se dividiam em atacantes e defensores. Uma das particularidades deste jogo era a violência, sendo permitidos murros e pontapés. Formada por 27 jogadores, as equipes tinham posições dentro do campo, como corredores, sacadores, dianteiros e guarda-redes.

As origens do futebol moderno

Ainda na Idade Média, há rumores de um jogo na cidade italiana de Florença, conhecido como Gioco del Calcio, também disputado por 27 jogadores. Já existiam duas traves paralelas em cada ponta do campo. O objetivo era passar com a bola entre estas duas traves.

Foi na Inglaterra, no século XVII, que surgiu um jogo com algumas regras parecidas com aquelas praticadas hoje. Neste esporte, o campo tinha que ter cerca de 180 metros e, nas duas extremidades, duas áreas retangulares que viriam a ser chamadas de gol. Neste período, a bola já era feita de couro e enchida com ar.

Foi só no ano de 1848, numa conferência em Cambridge, que foram criadas algumas das regras que conhecemos hoje, como o goleiro, único jogador que poderia jogar a bola com as mãos. No ano de 1876, foi estabelecido que um jogo de futebol teria que ter no mínimo 90 minutos de jogo. Em 1981, apareceu a regra do pênalti.

No ano de 1885, apareceu a International Board, entidade que tinha como principal objetivo orientar as regras que envolviam o futebol. No ano de 1897, uma equipe inglesa denominada Corinthians viajou pela Europa, para divulgar este esporte em outros países. Só no ano de 1904, foi criada a FIFA (Federação Internacional de Futebol Association) que, até aos dias de hoje, é a entidade que organiza as maiores competições do mundo do futebol.